Perguntas e Respostas

Confira nossas perguntas mais frequentes.

O Deck de Madeira é um elemento decorativo incrível e uma ótima opção de segurança para colocar em volta da piscina ou até mesmo para locais de embarcações, como lanchas e barcos. Pessoas que estão investindo na reforma ou ampliação de suas casas e pretende colocar uma piscina ou em situações mais raras, um ancoradouro para barcos, precisa considerar um bom investimento em materiais adequados para esse tipo de obra, visando a segurança. Um dos materiais mais seguros para superfícies assim são os decks de madeira, que proporcionam maior aderência e também tem um belo design que ajuda a embelezar o ambiente.
Sim, pode ser pintado. Pintar um deck o mantém seguro, bem cuidado e bonito. Você deve aplicar uma camada nova de tinta a cada três a quatro anos ou quando o deck começar a mostrar sinais de desgaste. Para pintar um deck, limpe-o, prepare a superfície de madeira e aplique a tinta. Procure áreas onde a madeira lascou ou parece desgastada. Essas áreas precisarão ser lixadas antes que o deck seja pintado para deixá-las lisas e dar um brilho mais intenso. Procure uma tinta que seja impermeável. Ela deve ser à prova d'água, deve proteger contra os raios ultravioleta e que também proteja contra mofo.
Os vernizes do tipo filtro solar e marítimo não tem resistência ao alto grau de umidade destas superfícies. Recomendamos o uso de vernizes do tipo Stain ou Navais, vez que estes produtos são impregnantes e penetram na madeira, sendo assim mais resistentes. Além disso, os vernizes Stain e navais possuem aditivos que os tornam hidrorrepelentes, com resistência a fungos e aos raios solares.
Algumas madeiras possuem uma característica especial de resistência a ambientes externos. O Ipê e o Cumaru (Ipê Champagne) são madeiras muito indicadas pois resistem bem quando submetidos a variação climática e mudanças de estação. Nestas espécies de madeira, sob condições de instalação adequada com parafusos galvanizados, e estrutura bem definida, o deck poderá durar acima de 20 anos.
Os decks são tratados contra o apodrecimento e ao ataque de fungos e insetos. São tratados com stain ou cetol, um impregnante que penetra nas fibras da madeira. Com a ação fungicida e inseticida, protegem a superfície da madeira contra o ataque de fungos, mofos, cupins e brocas. Deve ser renovado a cada ano, em locais de intensa agressão por intempéries. Recomendamos que 1 vezes ao ano seu deck seja protegido com a aplicação de 3 demãos de óleo natural ou produto similar. O óleo protege os poros da madeira, reduzindo em 50% a absorção de água e protege contra raios UV.
A madeira é higroscópica, ou seja, incha (aumento de volume) quando absorve água – proveniente até da umidade – e contrai quando perde umidade, sendo que a secagem pode ser ao ar ou em secadores. Deixar o espaço correto para dilatação da madeira evita que ela emita estalos (barulhos referentes ao aumento das peças) e que, posteriormente, o piso se solte e levante. Recomendamos o espaçamento entre as réguas de no mínimo cinco milímetros.
Não seria correto afirmar que os decks de madeira esquentam mais ou menos que as pedras. Tudo depende da coloração e do tratamento que o material recebe. Por isso, quem pretende ter em casa um material que não esquente muito deve optar por tonalidades mais claras e avisar ao fornecedor desde o inicio do projeto, a fim de que ele estude o melhor tratamento a ser dado a madeira.
Lave o deck usando uma mangueira. Use um bico de pressão para fazer o jato de água sair bem forte e remover qualquer cisco restante depois de varrer. Dê uma atenção especial para as frestas e áreas muito sujas quando enxaguar com a mangueira. Misture o alvejante com água em um balde. Alvejante com oxigênio ativo é um produto de limpeza ecológico que não prejudica as plantas próximas, ao contrário de alvejantes com cloro ativo. Leia as instruções no frasco do alvejante para determinar a proporção recomendada de água para o mesmo. *Não deixe o produto sobre o deque por mais de 15 minutos. Se secar na superfície, ele vai deixar resíduos de sabão.